quinta-feira, 2 de abril de 2009

Entrevista de F&S para Comércio da Franca - 27/03/2009


Considerada o hit de 2008, a música Bala de Prata está há um ano nas paradas de sucesso. Dona dos bordões "criminosa" e "bandida" -nomes dados às mulheres "piriguetes" - a canção, que está na trilha sonora da novela Revelação (SBT), é responsável pelo sucesso da dupla Fernando & Sorocaba.

Com apenas dois anos de estrada, o sertanejo universitário de Fernando Bonifácio, 24 anos, e Fernando Fakri de Assis, 28, o Sorocaba, saiu dos bares e festas de Londrina, no Paraná, direto para os maiores palcos do País.

Mesmo com uma média de 20 shows por mês, a dupla prepara agora o lançamento do seu terceiro álbum (segundo com a atual formação), Vendaval, que deve ser lançado no final do mês pela gravadora Universal.

No último fim de semana, Fernando e Sorocaba se apresentaram em uma cidade da região e ao pousarem no aeroporto de Franca (avião fretado) conversaram com a reportagem.

Comércio da Franca - Vocês lançaram o primeiro CD e DVD, ‘Bala de Prata ao Vivo’, no ano passado e de repente estouraram em todo o País. Qual é a história da dupla?

Sorocaba - A coisa andou muito rápida, até surpreendeu a gente. Começamos em Londrina, no Paraná. Eu fazia faculdade de Agronomia, vinha da região de Sorocaba (SP), até por isso ganhei esse apelido. Já o Fernando vinha da região de Ji-Paraná, em Rondônia, e era músico.

Fernando - Montei minha primeira dupla em Ji-Paraná. De lá comecei a trabalhar como músico (tecladista, violão), me mudei para Cuiabá, no Mato Grosso, toquei em outros Estados, como Minas Gerais, e depois de seis anos encontrei o Sorocaba.

Comércio da Franca - Como começou a parceria?

Sorocaba - Eu já tinha começado um projeto em Londrina. Tocava nos barzinhos, nas boates e repúblicas, e precisava de uma segunda voz. Tinha um violinista mineiro da banda que conhecia o Fernando. Então eu o trouxe para Londrina e começamos a tocar nas festas, e a coisa foi pegando no Estado (Paraná) - que hoje é nossa casa, a gente se considera paranaense, gostamos demais de lá -, e daí saiu para o Brasil: Mato Grosso do Sul, São Paulo e foi invadindo os outros cantos.

Comércio da Franca - Quantos anos tem a dupla? É bem recente, não é?

Sorocaba - Foi em 2006. Três anos. Mas a gente “mexe” com música há muitos anos, desde molequinhos.

Comércio da Franca - Sorocaba, você compõe também. Este primeiro trabalho apresenta 20 canções. De onde vem a inspiração? Você já tem outras músicas na manga?

Sorocaba - Sempre gostei muito de compor e tudo o que Fernando & Sorocaba grava é de autoria própria, ou só minha, ou minha e do Fernando. O CD está bem autoral e o próximo disco tem só composições próprias. Fazemos muita música na estrada, viajando.

Fernando - É no nosso dia-a-dia. As viagens se tornam uma inspiração. Convivemos com muitas pessoas, conhecemos muitas histórias.

Comércio da Franca - Por falar em história, qual é a da música ‘Juliana’?

Fernando - É uma ex (risos).

Comércio da Franca - Ex-namorada de quem?

Sorocaba - Minha. Na época eu não tinha presente para dar de aniversário para ela, que era uma menina bem de vida, que já tinha tudo. Então mandei a música de presente, enfim, não vai pensando que o final foi muito feliz, mas eu tentei. Mas no final de tudo, o final foi feliz porque a música tocou no Brasil inteiro.

Fernando - Há males que vêm para o bem.

Sorocaba - A gente ficou bem feliz por ter trabalhado nela (na música) de forma maravilhosa. Ela tá tocando bastante ainda, mas é por aí, as músicas surgem a partir de histórias da vida real, às vezes uma história que um amigo conta. Não é só com o nosso sentimento, mas também com o sentimento dos outros.

Comércio da Franca - Já que vocês falaram de ex-namorada. As fãs querem saber: vocês estão solteiros? Está dando tempo pra pensar no coração?

Fernando - “Avurso”, “avursão”, os dois (risos). Na realidade estamos bem concentrados no trabalho, mas é lógico que a gente não é de ferro, nem de aço. Aí, de vez em quando, a gente dá uma namoradinha, mas as “muié” largam da gente porque as fãs ficam muito em cima, e elas não querem saber de namorar mais (risos).

Comércio da Franca - O estilo da dupla é country e sertanejo universitário, mas vocês apostam na mistura de ritmos. É um som diferenciado?

Sorocaba - Temos um estilo próprio, como você disse. Gostamos de trazer instrumentos diferentes como violino e gaita de boca. As nossas letras têm uma linguagem própria e eu acho que isso é muito importante. Hoje em dia você precisa ter um diferencial em tudo o que faz e muitas duplas estão gravando coisas parecidas, que não é legal porque fica difícil de se destacar entre os outros. Temos um timbre vocal próprio, a forma de levar o trabalho, de se apresentar nos palcos, de escrever músicas e esse conjunto de coisas criou uma base bem sólida na nossa carreira, bem duradoura. Sempre que vamos fazer um trabalho novo, a gente pensa muito nisso, em sempre trazer elementos novos, lógico, mas manter o diferencial.

Comércio da Franca - Dupla revelação em 2008. Vocês esperavam essa fama e como estão lidando com esse sucesso todo?

Sorocaba - Não esperava, como eu disse, surpreendeu mesmo.
Fernando - Na realidade é um sonho realizado. Tá certo que estamos praticamente começando, aprendendo a lidar com esse mundo, mas sempre sonhamos com isso, estamos muito felizes.
Sorocaba - Às vezes você se prepara tanto para uma coisa e a coisa não vem. No nosso caso, a gente se preparou bastante e graças a Deus a coisa veio na hora certa, surpreendeu as nossas expectativas. A gente agradece muito a Deus e a todos os fãs, a galera que curte o nosso trabalho e que leva a gente a esse lugar. Ficamos muito contentes.

Comércio da Franca - Tem alguma dupla que vocês curtem?

Sorocaba - Curto demais, até pela pessoa que é, o Daniel. Desde a época do João Paulo & Daniel, uma pessoa de caráter, que passa exemplos, em cima do palco como fora. Também gosto muito de música country americana, tenho alguns ídolos e influências lá fora, enfim, são várias pessoas.
Fernando - Sempre ouvi música sertaneja, como Chitãozinho & Xororó... Fui criado na roça mesmo e lá a gente só ouvia isso. Mas country americano já toquei bastante, em bandas country, então, como o Sorocaba disse, a gente traz algumas coisas de lá também para a nossa música.

Comércio da Franca - Vamos falar do novo disco. Qual o nome e o que vocês estão trazendo de novidade para os fãs?

Sorocaba - Este próximo CD provavelmente vai levar o título dessa música que a gente já soltou que é a Vendaval. Vão ser 16 faixas de composições próprias, feitas com muito carinho. Nessa turnê, Bala de Prata, gravamos duas músicas para o show no começo deste ano e graças a Deus acho que fomos felizes nas letras, está muito diferente, muito bacana e a galera vai curtir. Tem uma música que a gente vai trabalhar, provavelmente já sai esta semana, que se chama Paga Pau. É meio sarrista, meio cômica e fala daquela mulher que quer, mas não quer, fica aquele lenga-lenga, pagando pau, mas é difícil. É uma música diferente, que tá muito legal.

Comércio da Franca - A maioria das músicas de vocês é dançante?

Fernando - Procuramos fazer músicas alegres para sair daquela melancolia. O brasileiro precisa de alegria, desse ritmo bem contagiante.

Comércio da Franca - Quando o CD chega às lojas?

Sorocaba - Provavelmente no final de abril ele já deve estar em todas as lojas do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário